Publicidade
Conjuntura

Por que a Anatel liberou sinal de 5G para Chácara, Coronel Pacheco e Matias Barbosa?

Chácara foi um dos municípios contemplados para receber o sinal 5G de forma antecipada (Foto: Câmara Municipal de Chácara)

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) antecipou a liberação de sinal 5G para Chácara, Coronel Pacheco e Matias Barbosa. Os três municípios se juntam a Juiz de Fora que, desde o ano passado, recebeu sinal verde para instalação antecipada da nova infraestrutura de internet móvel.

As operadoras que arremataram lotes na faixa de 3,5 GHz estão autorizadas para solicitar ao órgão o licenciamento e ativações de estações do 5G nesses municípios. No caso de Juiz de Fora, as conversas foram iniciadas no sentido de mudar a legislação atual para ampliar o número de torres e aumentar a cobertura.

Chácara, Coronel Pacheco e Matias Barbosa tiveram a liberação de sinal antecipada pela proximidade com Juiz de Fora. A regra para liberação do sinal anunciada nesta semana contempla municípios próximos das capitais e das cidades com mais de 500 mil habitantes. Em todo o país, 78 novos municípios foram contemplados pelo novo critério e poderão fazer a ativação.

De uma forma geral, a instalação antecipada da nova infraestrutura de internet móvel nessas cidades depende do planejamento individual de cada prestadora. As interessadas precisam fazer a chamada “limpeza da faixa de frequência”, que é por onde trafegam ondas de telefonia, televisão e rádio. Apenas o sinal 5G deve ocupar esse espaço.

Embora liberado, a execução do serviço é facultativa às operadoras de telecomunicações. O prazo obrigatório para estabelecer a tecnologia 5G nos municípios com mais de 500 mil habitantes termina em 31 de junho de 2025. Nas cidades com população inferior a 30 mil habitantes, o prazo é ainda maior: 31 de dezembro de 2029.

Até o final do semestre, a Anatel planeja incluir na área de cobertura 5G 1.610 municípios. O informe foi divulgado pelo Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação de Soluções para os Problemas de Interferência). Atualmente, 140 municípios, que abrigam 38,5% da população, estão aptos a utilizar estações de “5G puro”.