Publicidade
Holofote

O que levou o deputado Charles Santos a mudar seu domicílio eleitoral para Juiz de Fora?

Charles Santos obteve em Juiz de Fora sua maior votação em termos absolutos em 2018 (Foto: Luiz Santana/ALMG)

A contar pelos deputados com domicílio eleitoral no município, a bancada juiz-forana na Assembleia de Minas ganhou um novo integrante: o deputado estadual Charles Santos (Republicanos). Ele transferiu seu domicílio eleitoral para Juiz de Fora, por onde pretende disputar a reeleição.  

Pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, Charles Santos foi eleito em 2018 com 67.913 votos. Embora sua votação seja bem distribuída em praticamente todo o estado, seu desempenho se sobressaiu na Zona da Mata. Em termos absolutos, a cidade onde obteve maior votação foi Juiz de Fora, com 5.762 votos.

Antes de ingressar na política, Charles Santos participou da diretoria do Jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, quando o veículo integrava o Grupo Record de Televisão. Nesse período, atuou como diretor do segmento Mercado Leitor, com o objetivo de ampliar a circulação do jornal para mais municípios mineiros e outros estados, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Sua opção por estabelecer domicílio eleitoral em Juiz de Fora, além da proximidade com o eleitorado da Zona da Mata, passa ainda pelo ingresso na vida pública de André Luiz, também pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e eleito vereador em 2020 pelo Republicanos. Os dois são próximos e trabalham com as mesmas temáticas.

Mais do que isso, tanto André quanto Charles gostaram do desempenho de Ione Barbosa na disputa pela Prefeitura de Juiz de Fora em 2020. Como candidata pelo Republicanos – recentemente ela se filiou ao Avante -, obteve o terceiro lugar no pleito, com 56.699. Apenas 2.934 a menos que Wilson Rezato (PSB), que disputou o segundo turno.

Além do fato de o eleitor de Juiz de Fora ter aprovado o Republicanos, a forma como Ione colocou sua condição de evangélica durante toda campanha mostrou a viabilidade de uma candidatura majoritária do segmento. Tudo isso mostra que a mudança de Charles Santos para Juiz de Fora terá impacto em 2022, mas pode ter o foco em 2024.