Holofote

Minas não deve entregar bancada exigida por Lula

Ex-presidente quer bancada petista com 90 deputados federais (Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Lula vem batendo numa única tecla nas conversas com as principais lideranças do PT: o partido precisa aumentar, e muito, a bancada no Congresso. Ele quer evitar, numa eventual eleição, ser “refém do sistema semipresidencialista que domina o governo Bolsonaro”.

A meta dos petistas para 2022 é eleger 90 deputados federais. Hoje o PT tem a segunda maior bancada da Casa, com 53 parlamentares. Destes, sete são mineiros.  A oitava cadeira do partido era de Margarida Salomão, que foi substituída por Aelton Freitas (PL).

Para emplacar os 90 parlamentares da meta, a expectativa é de que 11 cadeiras saiam de Minas, como aconteceu em 2002, na primeira eleição de Lula. Tarefa que até o momento tem se mostrado hercúlea. Dos setes deputados atuais, apenas Rogério Correia e Padre João são apostas certas.

Reginaldo Lopes é cotado para ser candidato ao Senado. Paulo Guedes e Patrus Ananias não descartam lançar seus filhos. Já Odair Cunha e Leonardo Monteiro saíram enfraquecidos das eleições municipais nos seus redutos eleitorais.

Além deles, devem concorrer ainda o ex-governador Fernando Pimentel, a vereadora de Uberlândia, Dandara Tonantzin, a dirigente partidária, Gleide Andrade, e Miguel Ângelo, filho do Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Durval Ângelo. De Juiz de Fora, podem vir Juraci Scheffer, presidente da Câmara, e Ana Pimentel, secretária de Saúde.

Candidaturas dividem lideranças em Juiz de Fora

Juraci Scheffer e Ana Pimentel estão nas contas do PT. O partido aposta em um deles – ou nos dois – para manter os votos dados a Margarida Salomão em 2018. Ainda assim, dificilmente o diretório local vai evitar a dispersão de votos.

No início do mês, o PT de Minas elegeu as coordenações e secretarias setoriais. Juiz de Fora emplacou dois secretários estaduais do partido: Lucas Cassab, na Cultura, e Robson Marques, na pasta Sindical. Os dois já possuem candidatos definidos. O primeiro apoia Patrus Ananias e Cristiano Silveira, e o segundo vai seguir com Gleide Andrade e Carlos Magno. 

Da turma com mandato, Margarida e a vereadora Laiz Perrut são da mesma tendência interna de Scheffer, Ana Pimentel e Dandara Felícia. O grupo do deputado estadual Betão, que é candidato à reeleição, e da vereadora Cida Oliveira não tem nome interno para federal.

Relacionados
Holofote

Noraldino: de Glasgow para Serra da Moeda e Chapéu D’Uvas

Enquanto estava em Glasgow, na Escócia, onde participou da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), o deputado Noraldino Júnior (PSC) foi notificado pela Secretaria de Sustentabilidade em Meio Ambiente e Atividades Urbanas…
Leia mais
Holofote

Dandara migra do PSOL para o PT e entra na disputa com Betão por cadeira na Assembleia

Primeira suplente do PSOL na Câmara Municipal, Dandara Felícia anunciou, pelas redes sociais, que aceitou o convite do grupo da prefeita Margarida Salomão e vai se filiar ao PT. Sua mudança, como ela própria admite,…
Leia mais
Holofote

Museus só reabrem com investimentos, e com o Mariano Procópio não será diferente

Aberto à visitação em 1915, ainda como museu particular, o Mariano Procópio só foi oficialmente inaugurado em 23 de junho de 1921. A data foi especialmente escolhida por seu fundador, Alfredo Ferreira Lage, para celebrar…
Leia mais

Notícias no e-mail

Deixe um comentário