Holofote

Por que Bolsonaro quer começar a campanha em Juiz de Fora?

Bolsonaro quer reeditar a descida da rua Halfeld de 2018 como primeiro ato de sua campanha de 2022 (Foto: Felipe Couri)

No que depender do presidente Jair Bolsonaro (PL), sua participação na campanha eleitoral oficial, que se inicia no próximo dia 16 de agosto, acontecerá em Juiz de Fora. Mais precisamente na rua Halfeld próximo ao cruzamento com a rua Batista de Oliveira, onde ele foi vítima de uma facada na campanha de 2018.

A proposta partiu do próprio presidente e, embora inicialmente tenha encontrado resistência de parte do clã Bolsonaro, devido ao seu aspecto mórbido, acabou levada aos coordenadores da campanha, que aprovaram a ideia.  O propósito é reeditar o evento que, como o próprio presidente afirma, mudou sua vida. E os rumos daquela campanha.

O evento ainda não foi confirmado, mas o roteiro, de acordo com pessoas ligadas à campanha, prevê que Bolsonaro volte a descer a rua Halfeld cercado por apoiadores até o local da facada, onde aconteceria um pequeno ato. Em seguida, ele participaria de um evento religioso de celebração do seu “novo nascimento”. Tudo isso seria captado por cinegrafistas para exibição no programa eleitoral.

O retorno a Juiz de Fora, a reconstituição do caminho até o atentado, “o nascer de novo” e o tom religioso integram o pacote de resgate do discurso de Bolsonaro como o “escolhido de Deus” para governar o Brasil. A principal aposta é mobilizar desde o início da campanha o segmento evangélico, um dos poucos que o presidente lidera, conforme as pesquisas.

Mas a estratégia também é mostrar uma relação pessoal com Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do país. Além de o estado ser uma espécie de termômetro eleitoral, pelo fato de que, nas últimas eleições, o candidato vencedor entre os mineiros acabou também eleito presidente da República.

O fato de o ex-presidente Lula, que lidera todas as pesquisas de intenção de voto, ter agendado seu comício de estreia para a Praça da Estação, em Belo Horizonte, para o dia 18 de agosto, também pesou a favor da escolha de Juiz de Fora para o evento inaugural da campanha de Bolsonaro.

Deixe um comentário