Publicidade
EleiçõesHolofote

Juiz de Fora não entra na ofensiva de Lula, Alckmin, Marina, Boulos e Tebet em Minas

Lula, Alckmin, Marina, Boulos e Tebet devem passar pelo estado nos próximos dias (Fotos: Divulgação)

Na sua maior ofensiva no segundo turno entre os mineiros, o ex-presidente Lula desembarcará no estado nos próximos dias 21 e 22 com o objetivo de ampliar a votação e conter uma eventual reação do presidente Jair Bolsonaro (PL). Juiz de Fora, na Zona da Mata, não está no roteiro do petista, assim como o Norte de Minas e os vales do Jequitinhonha e Mucuri. A avaliação é de que, nessas regiões, o petista está consolidado.

A proposta é fortalecer as regiões onde Lula foi derrotado ou venceu com margem apertada no primeiro turno. A atuação deve se restringir à região metropolitana de Belo Horizonte, o Centro-Oeste, o Alto Paranaíba e o Sul de Minas. Com eleitorado bem definido em cada uma dessas áreas, a estratégia da campanha petista é montar uma força tarefa com atores reconhecidos atuando em seus segmentos.

O candidato a vice Geraldo Alckmin (PSB) foi escalado para atuar nos municípios mineiros do Sul de Minas e parte do Triângulo Mineiro que fazem divisa com o estado de São Paulo, onde foi governador. A senadora e terceira colocada no primeiro turno, Simone Tebet (MDB), deve visitar o Centro-Oeste e o Alto Paranaíba, que são regiões com forte presença do agronegócio.

Simone Tebet deve participar ainda de um evento em Belo Horizonte junto com o prefeito da cidade, Fuad Noman (PSD), e as prefeitas de Contagem, Marília Campos (PT), e de Juiz de Fora, Margarida Salomão (PT). A proposta é ressaltar o apoio dos prefeitos e prefeitas do estado a Lula.

A ex-ministra e deputada eleita por São Paulo, Marina Silva (Rede), deve ir à região metropolitana de Belo Horizonte se reunir com evangélicos e ambientalistas. Lembrando que, em 2010, quando foi candidata à Presidência, ela obteve 40% dos votos na capital mineira, ficando à frente de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

O deputado federal eleito também por São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), foi escalado para atuar junto ao eleitorado jovem e à militância da periferia de Belo Horizonte. Como parte da estratégia de aproximação do eleitorado jovem mineiro, nesta semana ele protagonizou um debate com o deputado eleito com o maior número de votos em Minas Gerias, Nikolas Ferreira (PL), aliado de Bolsonaro.